quarta-feira, 13 de agosto de 2014

TI Imatura x TI Madura


Veja abaixo algumas diferenças entre uma TI Imatura e uma TI Madura.

TI IMATURA
  • Processos geralmente improvisados e conduzidos por pessoas experientes.
  • Processos gerenciais explícitos, formalizados, especificados e comunicados, todavia não são seguidos com rigor ou não são obrigatórios.
  • Gerentes e coordenadores de TI focados na solução de problemas imediatos (ação mais conhecida como “apagar incêndios” no dia a dia da área).
  • Aparecem conflitos frequentes e animosidade latente entre a TI e seus clientes ou usuários.
  • Planejamento superficial de projetos, com cronogramas e orçamentos não cumpridos, não baseados em estimativas realistas ou em indicadores de produtividade.
  • Prazos dos projetos impostos e não exequíveis, fazendo com que as funcionalidades e a qualidade do produto fiquem comprometidas.
  • A TI percebida como uma necessidade e não como um fator de agregação de valor ao negócio (é um mal necessário e não uma solução).
TI MADURA
  • As habilidades dos gestores de TI são identificadas.
  • Processos seguidos, padronizados, descritos e comunicados.
  • Existe cultura de planejamento e as atividades são realizadas de acordo com o planejamento acordado e aprovado.
  • São aplicados métodos claros e naturais nas tarefas, sem grandes complicações.
  • Existe o conceito de “lições apreendidas” e as evoluções na “forma de fazer as coisas” são discutidas, documentadas, registradas e comunicadas.
  • Os processos preveem melhorias contínuas considerando o custo benefício.
  • As regras, papéis e responsabilidades são claras para todos.
  • Há monitoração da qualidade dos produtos e dos serviços e a satisfação do cliente é avaliada constantemente (interno ou externo).
  • No planejamento, os cronogramas e os orçamentos são baseados em estimativas realistas, nas experiências acumuladas e em métricas aceitas pelo mercado.